Reangels-IFGEOOO!

A partir de agora estaremos incluindo informações..... GEOgráficas!!! Acompanhem o Blog, participem, contribuam! mais: elsaregis.ifgeooo! Cacoal-RO Brasil junho/2015 via aérea (eu estava lá! nos a r e s )

Apresentado a

18 de outubro de 2012

Reangels: Comunidade ADV / PROJETO CRIANÇA FELIZ

Reangels: Comunidade ADV / PROJETO CRIANÇA FELIZ: A Comunidade ADV como colaboradora do PROJETO CRIANÇA FELIZ convida seus diretores, monitores, voluntários, associados e filiados ...

Comunidade ADV / PROJETO CRIANÇA FELIZ








A Comunidade ADV como colaboradora do PROJETO CRIANÇA FELIZ convida seus diretores, monitores, voluntários, associados e filiados a DOAREM brinquedos, doces e alimentos para realização desse evento.




As doações serão recebidas no Ponto de Apoio de Vila Sabrina, na Rua do Violão, 37 ou em qualquer outro Ponto de Apoio participante, ligue e encontre o endereço mais próximo: 4063-1419 (FIXO)



O Ponto de Apoio de Vila Sabrina está sendo instalado e por esse motivo o PROJETO CRIANÇA FELIZ 2012 desse local ainda não constou da programação normal de eventos. Aproveitamos para saudar sua diretora Bruna Rodrigues, que com a sua garra e amor, possibilita esse importante evento local. Não se esqueça de curtir a página do Face.

Postado por Regis Copperfield às 15:23     http://regiscopperfield.blogspot.com.br/2012/10/a-comunidade-adv-como-colaboradora-do.html

9 de outubro de 2012

Mundo Corporativo - por e.mail



Todos os dias, uma formiga chegava cedinho ao escritório e pegava duro no trabalho.
A formiga era produtiva e feliz.
O gerente marimbondo estranhou a formiga trabalhar sem supervisão.
Se ela era produtiva sem supervisão, seria ainda mais se fosse supervisionada. E colocou uma barata, que preparava belíssimos relatórios e tinha muita experiência, como supervisora.
A primeira preocupação da barata foi a de padronizar o horário de entrada e saída da formiga. Logo, a barata precisou de uma secretária para ajudar a preparar os relatórios e contratou também uma aranha para organizar os arquivos e controlar as ligações telefônicas.
O marimbondo ficou encantado com os relatórios da barata e pediu também gráficos com indicadores e análise das tendências que eram mostradas em reuniões.
A barata, então, contratou uma mosca, e comprou um computador com impressora colorida.
Logo, a formiga produtiva e feliz, começou a se lamentar de toda aquela movimentação de papéis e reuniões!
O marimbondo concluiu que era o momento de criar a função de gestor para a área onde a formiga produtiva e feliz, trabalhava. O cargo foi dado a uma cigarra, que mandou colocar carpete no seu escritório e comprar uma cadeira especial.
A nova gestora cigarra logo precisou de um computador e de uma assistente (sua assistente na empresa anterior) para ajudá-la a preparar um plano estratégico de melhorias e um controle do orçamento para a área onde trabalhava a formiga, que já não cantarolava mais e cada dia se tornava mais chateada.
A cigarra, então, convenceu o gerente marimbondo, que era preciso fazer um estudo de clima.
Mas, o marimbondo, ao rever as cifras, se deu conta de que a unidade na qual a formiga trabalhava já não rendia como antes e contratou a coruja, uma prestigiada consultora, muito famosa, para que fizesse um diagnóstico da situação.
A coruja permaneceu três meses nos escritórios e emitiu um volumoso relatório, com vários volumes que concluía :
Há muita gente nesta empresa!!
E adivinha quem o marimbondo mandou demitir?
A formiga, claro, porque ela andava muito desmotivada e aborrecida.


ROSAS

"Os homens cultivam cinco mil rosas num mesmo




jardim e não encontram o que procuram. E, no entanto,



o que eles buscam poderia ser achado numa só rosa."



Antoine de St. Exupery

2 de outubro de 2012

ME DÁ UM AUTÓGRAFO? 5- RITTA DANTAS

RITTA DANTAS - Como ela mesma cita em seus blogs: Um átomo na constituição do Universo; um átomo consciente de sua existência e da sua responsabilidade. Vive no Planeta Terra, seu verdadeiro lar, juntamente com toda sua família – a humanidade.
 E ainda mais: é fiel aos amigos, ativa e responsável com seus deveres; amante incondicional da Natureza, da Criação, a quem, dentro de suas possibilidades e capacidade, respeita e protege.
Acima dos 70 anos de idade, o que não lhe confere de forma alguma o direito MUITO MENOS VONTADE de ser velha, implicante, resmungona, antes cheia de vitalidade, boa vontade, força, garra e perseverança, me deu a satisfação de ser sua amiga. Como me disse: _ Querida você continua cada vez mais linda!... Quando nos veremos? Estou com saudades. Te acompanho sempre, vejo seu trabalho, aprecio seus sentimentos.... mas... você me conhece... gosto de conversar...
Beijos. Te admiro muito.
Assim, gostando de conversar, nos conhecemos por ocasião do trabalho da Subprefeitura de Parelheiros nas reuniões onde éramos conselheiras: Agenda 21, Cultura de Paz, APAS, CONSEG, e trabalhos sobre meio ambiente no Posto de Atendimento ao Turista e com O Solo Sagrado do Guarapiranga. 
A Ritta, que morava  numa casa "Ecologicamente Correta" levou seu conhecimento para nossas reuniões. Hoje sua casa é um local de encontros ambientais e de divulgação de "receitas" para a melhorias de nosso planeta.
Nos tornamos amigas, pelas afinidades e carinho entre nós.
Acompanhei suas alegrias e tristezas nos momentos de dor (de seu bichinho de estimação), de perda (de seu tão amado esposo), de angústias (ocasionadas pelo desmatamento), pela saudade (por conta de nosso distanciamento). Ela acompanhou meu trabalho (na Subprefeitura), minha correria com os filhos (ainda adolescentes e em 3 escolas) , minhas preocupações com os Conselhos (as mudanças de Gestões) .
Mas, ainda ontem nos falamos para eu parabenizá-la por ser a pessoa tão experiente que já conheci.
http://rittadantas.blogspot.com.br/
http://cssiadantas.blogspot.com/

Ritta Dantas, querida, ME DÁ UM AUTÓGRAFO?


ME DÁ UM AUTÓGRAFO? 4 FRANCESCO ETTORE BARATTO

O ano é 2012 e o local, Anfiteatro na Ala da Maternidade do Hospital Israelita Albert Einstein, onde médicos - músicos e convidados ensaiam em uma orquestra regida pelo então maestro Nasari Campos.
Durante o intervalo começo a conhecer os participantes visto ser nova no local. Entre eles, um dos violinistas, aquele que sempre afinava meu violino - para ganhar tempo e garantir um ensaio perfeito.
Perfeição ! Essa é a palavra mais correta para se utilizar quando nos referimos a FRANCESCO ETTORE BARATO: Atualmente contando seus 72 anos de idade, completados em outubro, podemos dizer que é um idoso na idade mas um experiente na vivência!
Italiano de Valdobbiadene, iniciou seus estudos aos 12 anos de idade, sempre abraçado a seu violino, faz soar uma afinação imprescindível.
Tive a honra de ser sua aluna e, criada com Europeus, sempre fui disciplinada o suficiente para entender a disciplina exigida em suas aulas. Um tom é um tom, não meio. Aqui falta um tempo como que só um pouquinho, mas a nota certa é essa.  Porque levantar os dedos? Não tem necessidade. Ainda em minha insistência ouvia: Ah! se eu pudesse colava seus dedos uns nos outros. Eu brincava: vamos engessar a mão nesta posição?
_ A técnica é uma mecânica...Vamos....novamente,  e novamente, e outra vez...
E tive ainda a honra de ser uma das pessoas que divulgava seu trabalho: Apresentações em seu melhor estilo. Em eventos nobres, espaços especiais, comemorações e recepções.
Ex-fundador da empresa "violinos de São Paulo", atual responsável pelo  "BIADENE" - grupo musical, corre o mundo em suas apresentações.
Acompanhei-o em algumas de suas atividades, e que delícia ouvir a limpidez na execução musical que ele faz em seu violino (e mesmo na viola que ensaia no Clube Pinheiros). O instrumento é uma parte de seu corpo - uma extensão de seus braços, digamos. Só descansa quando no estojo nos intervalos de uma ou outra apresentação.
Mas não é só a perfeição de sua execução musical que o faz ser diferente. Sua personalidade marcante, sua preocupação constante com a evolução de seus alunos é admirável.
Lembro-me de que, quando ainda sua aluna, tive uma inesperada "visita" ao um dos grupos de música onde estudava. Ele simplesmente se colocou numa posição estratégica de onde podia ver "TODOS" os movimentos de arcadas e dedilhados que executávamos. Anotou tudo "na mente" e quando terminou o ensaio me passou uma "sabatina" de atuação. Não parou aí: Acompanhou meus ensaios em outra orquestra, me forneceu material suficiente para melhor execução da música e então, um dia, sentou-se ao meu lado e me orientou sobre não abarcarmos o mundo com as mãos. Música precisa dedicação. Dedicação às técnicas, ao estilo, aos detalhes, tempo, tempo e tempo para estudar; estudar SEMPRE, a todo momento possível, não ser relaxado, levando de qualquer maneira. A música é sublime, é uma arte que é para poucos então deve ser bem apresentada.
Ainda somos colegas de orquestra o que me faz, sempre que preciso, aprender um pouco mais.
O Professor FRANCESCO é de um temperamento tranquilo, prestativo, diligente, dono de uma sabedoria extrema, conhece de tudo um pouco mas é exigente ao extremo em suas cobranças de disciplina musical. Isso o faz ser essa pessoa incansável na manifestação de seu amor à música.
Senhor de uma família admirável de músicos, com sua terceira geração se destacando nos melhores grupos musicais. Pai dedicado, amigo prestativo, músico eficiente.
Por esse motivo acreditamos merecer um espaço em nossa galeria. - ME DÁ UM AUTÓGRAFO?

Vovó Cibernética: REFLEXÃO Á TERCEIRA IDADE

Vovó Cibernética: REFLEXÃO Á TERCEIRA IDADE: Idosa é a pessoa que tem muita  idade.       Velha é a pessoa que  perdeu a jovialidade. A idade causa dejeneração das  células. A  ve...

SOBE A PESSOA IDOSA

Em dez anos, mundo terá mais de 1 bilhão de idosos, diz ONU


Relatório recomenda que países se preparem para mudança em perfil demográfico e aponta mitos sobre terceira idade.


LEIA MAIS: 

 http://g1.globo.com/mundo/noticia/2012/10/em-dez-anos-mundo-tera-mais-de-1-bilhao-de-idosos-diz-onu.html

Memórias de uma Desconhecida: Qual o valor de um amigo?

Memórias de uma Desconhecida: Qual o valor de um amigo?: Qual o valor de um abraço? Qual o valor de um sorriso? Qual o valor de nossas melhores recordações? Qual o valor de um amigo? Nem o dinh...